Quando a guerra é um negócio

“Quando a guerra é um negócio: F. D. Roosevelt, Iniciativa Privada e relações interamericanas durante a II Guerra Mundial”, da historiadora Érica G. Daniel Monteiro. O livro, que é uma versão da tese de doutorado defendida por Monteiro no PPGHIS/UFRJ, analisa os contatos estabelecidos entre o Estado e a iniciativa privada norte-americana durante a Segunda Guerra Mundial, buscando compreender a atuação do setor empresarial e dos veículos de comunicação de massa na veiculação da chamada Política de Boa Vizinhança. Baseada em uma pesquisa documental de fôlego livro defende que a “Política da Boa Vizinhança” condensou o projeto do Estado americano aos imperativos privados, mas que esta relação não se deu de forma coercitiva, mas frutos de acordos, conquistas e negociações. Segundo a autoria, o vínculo entre diplomacia e negócio foi essencial para o processo de expansão da hegemonia norte-americana sobre a América Latina, bem como para a consolidação das empresas americanas nos mercados latino-americanos no período do pós-guerra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: